ABNT x fake news: qual é a relação?

Diante da crescente propagação de fake news (notícias falsas) em diversas redes sociais, vamos tentar explicar, neste texto, como as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) para citação em trabalhos acadêmicos podem nos ajudar a avaliar as notícias que recebemos todos os dias.

Quem já elaborou um trabalho acadêmico, seja ele um artigo científico, um TCC, uma dissertação de mestrado ou até mesmo uma tese de doutorado, precisou seguir determinadas normas da ABNT para trazer outras ideias e outros autores para a sua discussão.

Vamos começar pensando que o seu perfil em uma rede social é como seu trabalho acadêmico: você é responsável pelas informações que estão ali e todas as ideias que não tiverem a autoria indicada serão consideradas suas!

Para inserir a “fala” de outras pessoas em seu texto, ou seja, para fazer uma citação, você tem duas formas possíveis: a citação direta ou a citação indireta. Na citação direta, você reproduz exatamente o que leu e na indireta você vai parafrasear essas ideias. Mas isso está bem explicado em outro post…

Independente de como você vai fazer a citação, você precisa indicar alguns dados sobre ela:

  • Quem é o(a) autor(a) dessa informação, ideia, texto?
  • Onde isso já foi publicado/dito?
  • Qual é a fonte, a origem dessa informação?
  • Quando isso foi publicado/dito?

Isso vai servir para dar credibilidade à informação e veracidade ao seu texto!

Lembre-se de que, assim como nos trabalhos acadêmicos, você é responsável por tudo aquilo que posta ou compartilha em seu perfil!

Por isso, tome muito cuidado com QUEM e O QUÊ você está trazendo para seu perfil e relacionando à sua imagem, a você! De que forma isso está agregando informações a seus contatos e às pessoas com quem você se relaciona nas redes sociais?

Seja prudente e responsável! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

6 anos de Letraria!
Tabela ou quadro?
Menu