NO QUAL ou DO QUAL?

Muitos falantes da língua portuguesa têm dúvidas sobre o uso das expressões no qualdo qual. As dúvidas mais comuns são: posso adotar uma delas e usar sempre a mesma? Como vou saber qual usar em cada situação? Posso substituir qual por que?

Por onde começar?

Para começar, você deve ter percebido que essas expressões têm a mesma estrutura. Assim, elas são compostas pelo pronome relativo qual, por um artigo que o acompanha (o) e por uma preposição (em ou de).

“No” e “do” são contrações das preposições “em” e “de” com o artigo definido masculino “o”. Então, para usar o artigo adequado, você precisa identificar o substantivo que está sendo substituído por qual.

Essa contração também pode ser feita com os artigos femininos “a” e “as”. Dessa forma, teremos: “na qual”, “da qual”, “nas quais” e “das quais”.

Como decorar os usos?

Você não precisa decorar os usos de cada expressão! Pois, se você entender a lógica gramatical, terá autonomia para tomar decisões na escrita.

Primeiramente, temos que verificar a regência do verbo que aparece depois da expressão. Para isso, você pode utilizar um bom dicionário da língua portuguesa.

Os dicionários indicam se o verbo exige uma preposição e qual é ela. Assim, você só vai precisar fazer uma leitura adequada da oração.

Vejamos alguns exemplos:

  • Bechara é o autor no qual eu me inspirei.
  • Esse é o assunto do qual falei.

Na primeira frase, o verbo “inspirar” pede a preposição “em” e “o qual” retoma “o autor”. Já na segunda frase, o verbo “falar” exige a preposição “de” e “o qual” retoma “o assunto”.

Nos dois casos, podemos fazer a seguinte reflexão com o verbo:

  • Quem se inspira, se inspira em algo ou alguém.
  • Quem fala, fala de algo ou de alguém.
Existe outra forma de entender?

Sim! Primeiro, você inverte a ordem da frase. Em seguida, você verifica se a preposição é necessária.

  • Bechara é o autor no qual eu me inspirei. > Eu me inspirei em Bechara. ou Eu me inspirei no autor Bechara. (no = em + o)
  • Esse é o assunto do qual falei. > Eu falei desse assunto. (desse = de + esse)
Dúvidas?

Se você ficou com alguma dúvida, deixe aqui seu comentário!

Fernanda Massi é Mestra e Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP/Araraquara e Pós-doutora em Linguística Aplicada pela UNICAMP. Foi professora de Leitura e Produção de Textos na UNESP/Araraquara e na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), tendo orientado trabalhos de conclusão de curso e de iniciação científica. Trabalha com revisão de texto desde o início da sua graduação em Letras, em 2004, e já revisou inúmeros trabalhos de diversas áreas. É também a responsável pela equipe de revisão da Letraria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

NOTAS DE RODAPÉ: modo de usar
TRAZ ou TRÁS?
Menu