Como formatar seu trabalho nas normas da ABNT?

Se você está fazendo graduação, mestrado ou doutorado, já ouviu falar muito nas “normas da ABNT”. Geralmente, a fama dessas normas não é das melhores: há muitas especificações e nem sempre é fácil entendê-las. Devido a isso, criou-se o mito de que as normas da ABNT são “infinitas”, “incompreensíveis” ou até mesmo “insuportáveis”.

O primeiro passo para lidar com as normas da ABNT, no contexto universitário, é entender que a função delas é padronizar os trabalhos acadêmicos. Isso significa que você não precisa se preocupar tanto com a formatação do seu texto, pois ela vai ser quase sempre igual! As normas da ABNT são praticamente as mesmas se você estiver escrevendo um TCC, um projeto de iniciação científica, uma monografia, um artigo científico, uma dissertação de mestrado ou uma tese de doutorado.

O que a ABNT especifica é como organizar um trabalho acadêmico, ou seja, quais são os elementos pré-textuais, qual deve ser o tamanho do resumo, quantas palavras-chave são necessárias, como fazer citações, como indicar os autores citados nas referências, como fazer a paginação do texto etc.

Embora existam plataformas que prometem formatar seu trabalho nas normas da ABNT, é sempre mais seguro contratar um profissional capacitado para isso. É preciso, por exemplo, conferir se todos os autores que você citou ao longo do texto estão listados nas Referências (bibliográficas) e se o nome deles está escrito da mesma maneira todas as vezes. A ausência de um autor citado na lista de referências é uma das críticas mais recorrentes nas bancas de avaliação.

Geralmente, as bibliotecas das universidades disponibilizam as normas da ABNT para seus usuários em formato impresso ou em seu site. Junto com esse material, você também encontra as normas de formatação específicas da sua universidade: modelo de capa, modelo de sumário, tamanho da fonte…

Não deixe que seus problemas com as normas da ABNT interfiram na qualidade do seu trabalho durante a avaliação! A parte mais difícil você já fez, que foi escrever o texto; agora basta adequar seu trabalho aos parâmetros acadêmicos.

Fernanda Massi é Mestra e Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP/Araraquara e Pós-doutora em Linguística Aplicada pela UNICAMP. Foi professora de Metodologia do Texto Científico na UNESP/Araraquara e na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), tendo orientado trabalhos de conclusão de curso e de iniciação científica. Trabalha com revisão de texto desde o início da sua graduação em Letras, em 2004, e já revisou inúmeros trabalhos de diversas áreas. É também a responsável pela equipe de revisão da Letraria.

 

 

SE VOCÊ PRECISA ESCREVER UM TCC, VEJA O GUIA QUE PREPARAMOS:

Este e-book vai te ajudar a escrever seu TCC de forma prática e rápida. Você vai descobrir que essa tarefa é mais simples do que parece quando se tem um roteiro para seguir.

 

 

3 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Quem é o revisor de textos?
Perca ou perda?
Menu