Compartilhe 💡

Tessituras pretas

Organização:
Cintia Almeida da Silva Santos
Marcel Santos

“Nesse e-book, o leitor encontrará quatro capítulos, de diferentes autores, que foram selecionados no edital “Temáticas antirracistas”, realizado pela editora Letraria, de fevereiro a maio de 2022. A oportunidade que o edital “Temáticas Antirracistas”, idealizado pela Editora Letraria, nos oferece formas de darmos visibilidade às histórias apagadas, poesias esquecidas, nomes rasurados, escondidos, alterados, engavetados, censurados. Portanto, um questionamento e um convite são feitos aqui: quantas mulheres negras você já leu? Vamos ler as escritas femininas negras? Tanto o convite quanto o questionamento partem de duas pessoas que estão no início do percurso do “descobrir-se e tornar-se negro”. Souza (1983) destaca a importância de possuirmos um discurso sobre nós, como forma de exercermos nossa autonomia. A leitura das escritas femininas negras é um dos caminhos para a elaboração e concretização desse discurso, dessa identificação e aceitação. Isto posto, nós, enquanto organizadores deste e-book, manifestamos nossa caminhada e compromisso com relação ao questionamento e ao convite, feitos aqui. Para nós, essa construção identitária e histórica está apenas no começo e já se manifesta dolorosa, porém libertadora, forte e singular, pois estamos construindo e solidificando nosso discurso, nossa autonomia, nossa identidade.” (Os organizadores)

Nossa dica para você 😉

Para visualizar melhor os recursos do e-book, utilize o aplicativo Adobe Acrobat Reader

Conheça outros e-books da área de Literatura e Artes

Tessituras pretas

Sobretudo: discurso, imaginário e figurino em A bela da tarde

Processos de criação pós-pornô: autogestão, exibicionismo e internet

O mundo quadrado | Um coração respeita o outro