Compartilhe 💡

Uma agenda dialetológica na Gramatização do Português do Brasil

Autor:
Marcelo Rocha Barros Gonçalves

Conselho editorial:
José Marcos Ernesto Santana de França (URCA)
Marco Antonio Almeida Ruiz (UFMS)
Roberto Leiser Baronas (UFSCar)

Este e-book que oferecemos à leitura pela editora Letraria é fruto da pesquisa de doutoramento em Linguística junto ao IEL/UNICAMP entre 2009 e 2012, na área de História das Ideias Linguísticas, e propõe a discussão da temática da espacialidade na Linguística Brasileira e seu funcionamento na relação língua/sujeito/estado num período que vai do final do século XIX a meados do século XX. Iniciamos nossa discussão utilizando as considerações de Auroux (2009) sobre o processo de gramatização e sobre os instrumentos tecnológicos deste processo, como os dicionários e as gramáticas.Tentamos investigar como estas tecnologias linguísticas produzem discursos num determinado espaço-tempo, e como estes discursos se relacionam para a constituição de uma dada língua. Funcionando dentro de uma política de línguas, é a partir destes discursos sobre a espacialidade brasileira que poderemos pensar numa série de práticas linguísticas que vão afastar a Língua portuguesa falada no Brasil da de Portugal, e, mais tarde, tentar confirmar a unidade de uma língua nacional. Contraditoriamente, é a partir desta mesma unidade imaginária que as questões sobre a diversidade concreta da língua falada em território nacional vão surgir e ganhar força.

Nossa dica para você 😉

Para visualizar melhor os recursos do e-book, utilize o aplicativo Adobe Acrobat Reader

Conheça outros e-books da área de Linguística

Dossiê – Gênero e feminismos na FFLCH

Prosódia e bilinguismo / Prosodia y bilingüismo / Prosody and bilingualism

Estudos exploratórios em linguística de corpus 2

Ensino de Línguas e Formação Profissional – volume II

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.